em Artigos

850 colaboradores, 8 plataformas logísticas, frota com 180 veículos, e uma faturação anual de 152 milhões de euros. Este é o retrato do grupo Aviludo, especializado no setor grossista para a hotelaria e restauração, que acabou de ser comprado pela gigante alemã Metro AG, detentora do grupo Makro.

Perante tamanho sucesso, são várias as reações de surpresa que se levantaram perante a decisão de venda da multinacional portuguesa, sediada em Quarteira, no Algarve. Tudo indica que se tratou de uma venda estratégica já que José Ressurreição, co-fundador e CEO da Aviludo, em declarações ao Jornal de Negócios, disse que a empresa encontrou o parceiro ideal para crescer, preservando a fórmula de sucesso, bem como os seus melhores ativos, a cultura de trabalho e as pessoas.

Mais do que um processo de venda, os líderes das duas empresas acreditam que se trata de um processo de fusão e de melhoria cujo objetivo passa por proporcionar uma oferta diferenciadora para a hotelaria e restauração nacional.

Nem sempre a venda de uma empresa significa a existência de resultados negativos ou uma má gestão. Muitas vezes este processo acaba por estar associado a uma expansão e consequente valorização do negócio. Quer durante o processo de compra, quer durante o processo de venda é sempre importante ter o apoio de profissionais experientes.

Quer comprar ou vender a sua empresa? Fale connosco!

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar