em Artigos

Chama-se Programa de Apoio à Produção Nacional e pretende estimular investimentos em eficiência energética e a promoção de práticas circulares e digitalização nas Micro e Pequenas empresas.

Beneficiários

  • Micro e Pequenas Empresas localizadas no Algarve, de todos os setores de atividade exceto:
    • Setores da pesca, aquicultura, agricultura, florestas e transformação e comercialização de produtos agrícolas

Tipo de Apoio

  • Apoio a investimentos entre os 20 mil € e os 235 mil €
  • Financiamento a fundo perdido de 40% nos territórios do interior e 30% nos restantes territórios, majorado até 20 pontos percentuais.

 

Principais Condições de Elegibilidade do Beneficiário

  • Assegurar financiamento mínimo de 10% em capitais próprios
  • Dispor de contabilidade organizada ou simplificada;
  • Resultados positivos no último exercício económico, comprovado pela IES
  • Possuir certificação eletrónica PME e licenciamentos necessários ao desenvolvimento da atividade.
  • Não ter salários em atraso
  • Ter no mínimo um colaborador nos quadros da empresa

 

Despesas elegíveis

No âmbito deste projeto, são consideradas apenas despesas elegíveis aquelas que contribuam para a eficiência energética, promoção de práticas circulares e transformação digital das empresas, desde que contribuam para o aumento da produtividade.

  • Aquisição de máquinas, equipamentos, respetiva instalação e transporte
  • Aquisição de equipamentos informáticos, incluindo o software necessário ao seu funcionamento
  • Software standard ou desenvolvido especificamente para a atividade da empresa
  • Conceção e registo associados à criação de novas marcas ou coleções
  • Domiciliação de aplicações, adesão inicial a plataformas eletrónicas, subscrição inicial de aplicações em regimes de «software as a Service», criação e publicação inicial de novos conteúdos eletrónicos, bem como a inclusão ou catalogação em diretórios ou motores de busca
  • Material circulante diretamente relacionado com o exercício da atividade, até ao limite máximo elegível de 40 mil €
  • Estudos, diagnósticos, auditorias, planos de marketing, até ao limite máximo elegível de 5 mil €
  • Serviços tecnológicos/digitais, sistemas de qualidade e de certificação, até ao limite máximo elegível de 50 mil €
  • Obras de remodelação ou adaptação para instalação de equipamentos produtivos financiados no âmbito do projeto, até ao limite de 60% do investimento total elegível apurado, desde que contratadas a terceiros. Não são financiados materiais de construção adquiridos autonomamente.

 

Candidaturas

  • Fase de candidaturas – até ao dia 22 de março de 2021 (19h)

 

Mais informação

Contacte-nos ou envie-nos as suas questões para ewp@ewp-portugal.com

 

Outras Publicações

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar