em Artigos

Teletrabalho veio para ficar?

Parece que sim. Pelo menos de acordo com o estudo realizado pela Confederação Empresarial de Portugal que conclui que mesmo após a suspensão da obrigatoriedade do teletrabalhado, cerca de metade das empresas tenciona manter este regime.
Na prática, 22% destas empresas defende a prática do teletrabalho durante todos os dias da semana, com idas pontuais ao escritório enquanto que um terço prefere que o regime seja aplicado apenas em três dias da semana e os outros dois de forma presencial.

O estudo levado a cabo pela CIP concluiu ainda que 62% das empresas que durante o período de confinamento provocado pela Covid-19 adotaram o regime de teletrabalho não tinham experiência neste método de trabalho.

Mas é importante perceber as vantagens e desvantagens do teletrabalho aos olhos das empresas inquiridas:

Vantagens:
• Evita o despedimento imediato
• Mantém ou até aumenta a produtividade dos colaboradores
• Permite a assistência aos filhos em período de telescola
• Reduz a diminuição nos tempos de deslocação

Desvantagens
• Dispersão dos colaboradores com os filhos ou atividades domésticas
• Falta de comunicação entre equipas

 

Lay-off e desemprego levam a um aumento dos pedidos de ajuda na Cáritas do Algarve

A Cáritas do Algarve lançou esta segunda-feira a campanha “Espaços de Partilha Solidária” para ajudar os cidadãos que se encontrem em dificuldades no concelho de Faro. De acordo com a Instituição, o aumento do número de pedidos de ajuda está a chegar por parte de famílias da classe média que foram atingidas pelo lay-off ou desemprego na sequência da pandemia da Covid-19.

Para além das carências na alimentação, as famílias pedem ajuda para fazer face às despesas fixas como água, luz e gás.

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar