em Artigos

Está longe de ser um cenário positivo…os números apontam para uma redução significativa da atividade, com o tecido empresarial português a enfrentar uma crise como há muito não se via.

 

De acordo com o estudo “MDS Research: Situação Económica em Portugal”, cerca de 50% das empresas inquiridas reduziram o volume de atividade e quase 18% indica que teve de encerrar totalmente. Apenas 5,2% das empresas indica que conseguiu crescer durante a pandemia da Covid-19.

 

Quanto às principais medidas extraordinárias adotadas, a maioria das empresas refere a redução do investimento, a redução dos custos e o recurso ao ‘lay-off”. Só uma pequena parte dos inquiridos é que revelou ter visto na pandemia um incentivo para formatar o negócio e até a melhorar a oferta.

 

Mas é no futuro que recaem as principais incertezas, com mais de 70% das empresas a estimar a continuação da redução dos níveis de atividade na segunda metade do ano. O mesmo estudo aponta para uma redução do volume de negócios no segundo semestre do ano a situar-se no intervalo entre os 25% e 40%.

 

De acordo com o estudo, as principais preocupações dos empresários são:

  • Nível de Liquidez
  • Situação de tesouraria
  • Falta de Encomendas
  • Pagamento de salários
Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar