em Artigos

Restam poucas dúvidas de que a área dos Recursos Humanos tem sofrido alterações significativas. A verdade é que a valorização do talento e da individualidade de cada colaborador já é “prata da casa” (ou pelo menos, esperava-se que já o fosse). Deixou de haver margem para descuidos e falhas, o mercado laboral está em constante mudança, por isso reter os melhores colaboradores deverá estar no topo das prioridades de quem lidera.

 

Na atual era de digitalização, a palavra de ordem é corresponsabilização. Na prática, a ação passará por envolver e demonstrar confiança em cada um dos seus colaboradores, permitindo que estes tenham espaço e autonomia para desenvolver as suas atividades. E qual é o motor de tudo isto? A tecnologia.

 

Informação em tempo real e acessível em qualquer lugar, a qualquer hora, numa interligação constante. Esta é a filosofia das novas gerações, sendo por isso, um fator decisivo na hora de selecionar a empresa onde pretendem trabalhar.

 

Promover a autonomia dos colaboradores e aumentar a produtividade dos departamentos de recursos humanos. São apenas dois dos motivos que estão na base do nascimento do portal do colaborador. Esta nova ferramenta tecnológica, ainda a ser testada em muitas empresas, permite desenvolver uma responsabilidade tripartida, onde, numa primeira instância, o colaborador regista e atualiza a informação a que lhe diz respeito, o responsável de equipa aprova a informação e o departamento de RH acede e faz a gestão da sua informação.

Neste sentido, não é difícil compreender que a Gestão das Pessoas é um tema de extrema relevância para o sucesso das empresas. Recorrer a profissionais especializados na área para implementar novas estratégias e encontrar soluções pode ser o primeiro passo para alcançar o sucesso.

 

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar